As Colagens da Escola de Zebras


Quem me conhece sabe que adoro colagens! Acho genial quem sabe escolher entre várias imagens e recortes a essência de cada uma delas e transpõe para um trabalho único, cheio de referências, e claro, numa harmonia geniosa!

Raúl Lázaro de Madrid é um desses caras que sabe extrair bem a essência de cada imagem e recorte para formar suas criativas composições. Ele usa muita imagem preto e branco, daquelas antigas, algumas de guerras que eu adoro! E ainda utiliza papelão, mapas, folhas quadriculadas e outras coisas mais para compor suas colagens.

Da série "cometas perdidas"

Do livro "Síndrome de Diógenes"

Da série "tierras raras"

Da série "las ciudades incompletas"

O cara além de tudo é fotógrafo e ilustrador, produz outros trabalhos muito bacanas e lançou um livro em janeiro, o Síndrome de Diógenes, que está disponível algumas páginas online (clique aqui para visualizar)!
O site dele, que chama Escuela de Cebras (Escola de Zebras em português), é praticamente um depósito de fotos, recortes, ilustras e muitas coisas interessantes. Vale a pena xeretar muitoooo o porfólio do cara!

Ele foi um achado meu através do El Elefante Espacial, um blog cheio de coisas legais de se ver!

Anúncios

O surrealismo de Erik Johansson

Continuando com o tema do último post sobre brincar com as criações da mente, apresento esse cara aqui, Erik Johansson, um jovem da Suíça de 23 anos que cria imagens meio surrealistas e até bem humoradas a partir de fotografias próprias que ele modifica digitalmente. O cara já até trabalhou para uma agência local de publicidade e logo esse trabalho estará no ar, com certeza vai vir coisa boa por aí!

 

Erik Johansson 1 erik3

 

erik1 erik5

 

erik4 erik6

 

erik2 erik8

Objetos Vivos

Sempre temos a sensação que os objetos tem vida própria, é uma caneta que some, uma conta que aparece. Algumas vezes até mesmo sentimos que alguns objetos nos encaram como se tivessem olhos e ouvidos, nos apegamos a coisas que para os outros não representam nada, mas que por qualquer sentimento inexplicável, lá estamos nós falando com uma voz infantil com um saleiro, como se fosse um bebê! Quando crianças nossa imaginação ia bem mais além, um garfo podia servir perfeitamente como um soldado enviado para combater a guerra!!

Inspirado em nossas criações da mente para esses seres inanimados, o fotógrafo norueguês Rune Guneriussen fez um ensaio bem animado os usando como protagonistas. São luminárias explorando florestas e subindo em árvores, cadeiras brincando e fazendo luau na praia, globos em meio à neve, telefones rumo ao mar ou até mesmo namorando. São lindas e mágicas imagens que brincam com nosso imaginário.

 

Subindo em árvores

Luminárias explorando florestas

Explorando florestas

Namorando

Fazendo luau na praia

Fazendo luau na praia

Brincando na beira da praia

Brincando na beira da praia

Andando nas pedras

Enfrentando a neve

Rumo ao mar

Rumo ao mar