Descobrindo Sete Mares

Tal qual Tim Maia nos cantava o seu desejo de navegar, Nanami Cowdroy também nos ilustra a sua paixão pelos mares. Curiosamente, Nanami em japonês significa Sete Mares (Seven Seas) e com essa graça a artista nos leva a sua atmosfera marítma. Com um estilo peculiar de desenho, ela apresenta uma mistura de criaturas aquáticas, elementos da natureza e figuras femininas que fluem carregados de sentimento. Até mesmo objetos mais rígidos se tornam orgânicos em sua pintura.

Seus temas são como como a dualidade da água, apesar de transparecer leveza, fluidez e fragilidade, paradoxalmente tem força e profundidade em seus traços.

Interessante observar que uma figura em especial quase sempre está presente em suas ilustrações, talvez seja o seu rei dos mares. Não é um tubarão e muito menos Poseidon, mas sim o peixe dourado (goldfish). Apesar de também ser conhecido como peixe japonês, o Kinguio é originário da China (265- 419 d.C) e foi só por volta de 1610 é que chegou ao Japão. Atualmente é um dos peixes ornamentais mais conhecidos no mundo.

2 pensamentos sobre “Descobrindo Sete Mares

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s