Olhe para o céu, o que você vê?

Nuvens, fumaça, chuva, avião, helicóptero, preto, azul, cinza, laranja, sol, lua, estrelas, prédios, montanhas, ETs (!?)… Respostas muito prováveis. Mas a Lisa Rienermann viu algo bem diferente.. ela viu um Q! Quê? É, ela viu a letra Q.

Isso foi em 2005, em Barcelona, quando em uma caminhada em um pátio, Lisa olhou pro céu e viu entre as casas, um vazio azul que despretensiosamente formava uma letra. Nessa interessante relação de positivo e negativo, ela pensou que poderia também encontrar outras letras. Depois de algumas semanas, lá estava ela olhando para o céu caçando letras (e claro fotografando-as). E não é que acabou achando no céu o alfabeto inteiro?

Mas não parou por aí, ela usou o tal alfabeto celestial para um projeto semestral de Tipografia na Universidade de Essen (Alemanha), chamado Type the Sky, um livreto que contém um poster dobrado. Desdobrando o livreto, umas palavras vão surgindo “você”, “pra”, “mim”, “olhar”, até aparecer a pergunta “Você vai olhar para mim?” (como se o céu mesmo estivesse perguntando) e com o poster todo aberto, a resposta surge “Sim!”

O Type the Sky ainda levou o prêmio de excelência em tipografia em 2007 pelo Type Directors Club de Nova York.

Lisa trabalha como freelancer com fotografia e direção de arte, ela tem vários projetos que lhe renderam alguns prêmios. Vale a pena ver outros trabalhos dessa alemã em www.lisarienermann.com

Fonte: Tupigrafia 8

Anúncios

Dragonfly – Muito mais que um prédio ecologicamente correto

Eu achei esssa idéia incrível! Um protótipo de uma torre que na verdade é uma “cidade-fazenda” vertical!!

"Dragonfly" - Vista do Empire State Building

"Dragonfly" - Vista do Empire State Building

O projeto é da empresa belga Vincent Callebaut Architetures, que se inspirou nas asas da libélula para o design dessa exótica torre , com a certeza de que em poucos anos, a comida valerá ouro se continuarmos consumindo dessa maneira. Um conceito à favor do reuso do desperdício biodegradável, da conservação de energia e dos recursos renováveis para o planejamento de um denso ecossistema.

Dragonfly - projeto de Vincent Callebaut Architectures

Dragonfly - projeto de Vincent Callebaut Architectures

Para a empresa, a arquitetura do “Dragonfly” (libélula em inglês) sugere uma nova concepção nas construções verticais de enormes prédios (um boom em Nova York desde o século 19) estruturalmente, funcionalmente, ecologicamente e energeticamente.

Detalhe de "Dragonfly"

Detalhe de "Dragonfly"

Continuar lendo

Graffiti Digital

Conheça o Graffiti Wall

Conheça o Graffiti Wall

O estúdio de design Tangible Interaction cria diversos produtos e serviços visando principalmente o entretenimento. São experiências sensoriais que permite pessoas interagirem no mundo físico. Um desses produtos é o Graffiti Wall, um jeito bem diferente e digital de fazer um graffiti, com ele é possível pintar em uma superfície (qualquer parede, tela, janela, outdoor…) de maneira digital e o mais legal é que também pode-se usar um spray de graffiti igual a um tradicional, o que possibilita liberdade para pintar de maneira natural como se fosse mesmo real! Uma ótima alternativa para criar diferentes campanhas promocionais.

Veja mais fotos aqui.