Dá pra trabalhar brincando?

Uma das coisas que mais me interessa em vídeos gravados em stop motion é que apesar das montagens trabalhosas, cheias de detalhes, tudo parece muito divertido. A história contada fica bem mais interessante e sempre tem um quê de brincadeira.

Tudo fica mais fácil quando se trabalha com algo que se gosta, que dê prazer, não é mesmo? Isso todo mundo sabe, e se ainda, de certo modo, dê para trabalhar brincando?

Nesse vídeo da agência alemã VCCP, dá para achar mesmo que o trabalho foi uma grande brincadeira. Os caras foram além do stop motion e de histórias de papel e criaram um vídeo cheio de movimento, usando diversos objetos para criar o ambiente lúdico que foi o cenário para o projeto Think Big da o2 Telefónica, em Berlim.

o2 Think Big from Lucas Zanotto on Vimeo.

Making of o2 Think Big from Lucas Zanotto on Vimeo.

Aliás, o projeto Think Big também é muito interessante, pois apoia financeiramente e educativamente ideias criadas por jovens europeus, de 13 a 25 anos. O programa visa criar oportunidades aos jovens e estimulá-los com suas grandes ideias, tornando-as realmente possíveis.

É um projeto social e cultural da Telefónica Europa, que também acontece em outros países como Irlanda, Eslováquia, República Checa e Reino Unido, em parceria com a Fundação Telefónica. Bem inspirador, não?

_

E você, acha que dá para trabalha brincando?

via abc design

Anúncios

Olhe para o céu, o que você vê?

Nuvens, fumaça, chuva, avião, helicóptero, preto, azul, cinza, laranja, sol, lua, estrelas, prédios, montanhas, ETs (!?)… Respostas muito prováveis. Mas a Lisa Rienermann viu algo bem diferente.. ela viu um Q! Quê? É, ela viu a letra Q.

Isso foi em 2005, em Barcelona, quando em uma caminhada em um pátio, Lisa olhou pro céu e viu entre as casas, um vazio azul que despretensiosamente formava uma letra. Nessa interessante relação de positivo e negativo, ela pensou que poderia também encontrar outras letras. Depois de algumas semanas, lá estava ela olhando para o céu caçando letras (e claro fotografando-as). E não é que acabou achando no céu o alfabeto inteiro?

Mas não parou por aí, ela usou o tal alfabeto celestial para um projeto semestral de Tipografia na Universidade de Essen (Alemanha), chamado Type the Sky, um livreto que contém um poster dobrado. Desdobrando o livreto, umas palavras vão surgindo “você”, “pra”, “mim”, “olhar”, até aparecer a pergunta “Você vai olhar para mim?” (como se o céu mesmo estivesse perguntando) e com o poster todo aberto, a resposta surge “Sim!”

O Type the Sky ainda levou o prêmio de excelência em tipografia em 2007 pelo Type Directors Club de Nova York.

Lisa trabalha como freelancer com fotografia e direção de arte, ela tem vários projetos que lhe renderam alguns prêmios. Vale a pena ver outros trabalhos dessa alemã em www.lisarienermann.com

Fonte: Tupigrafia 8