Dá pra trabalhar brincando?

Uma das coisas que mais me interessa em vídeos gravados em stop motion é que apesar das montagens trabalhosas, cheias de detalhes, tudo parece muito divertido. A história contada fica bem mais interessante e sempre tem um quê de brincadeira.

Tudo fica mais fácil quando se trabalha com algo que se gosta, que dê prazer, não é mesmo? Isso todo mundo sabe, e se ainda, de certo modo, dê para trabalhar brincando?

Nesse vídeo da agência alemã VCCP, dá para achar mesmo que o trabalho foi uma grande brincadeira. Os caras foram além do stop motion e de histórias de papel e criaram um vídeo cheio de movimento, usando diversos objetos para criar o ambiente lúdico que foi o cenário para o projeto Think Big da o2 Telefónica, em Berlim.

o2 Think Big from Lucas Zanotto on Vimeo.

Making of o2 Think Big from Lucas Zanotto on Vimeo.

Aliás, o projeto Think Big também é muito interessante, pois apoia financeiramente e educativamente ideias criadas por jovens europeus, de 13 a 25 anos. O programa visa criar oportunidades aos jovens e estimulá-los com suas grandes ideias, tornando-as realmente possíveis.

É um projeto social e cultural da Telefónica Europa, que também acontece em outros países como Irlanda, Eslováquia, República Checa e Reino Unido, em parceria com a Fundação Telefónica. Bem inspirador, não?

_

E você, acha que dá para trabalha brincando?

via abc design

Anúncios

Vou de Táxi… Preto!

“One Song. One Take. One Cab.” Esse é o lema do Black Cab Sessions, criado pelos produtores Jono Stevens e Chris Pattinson. A ideia é simples: pegar um táxi preto, jogar uma banda ou um artista lá, dar uma volta e, enquanto isso, gravar uma … Continuar lendo

Dragonfly – Muito mais que um prédio ecologicamente correto

Eu achei esssa idéia incrível! Um protótipo de uma torre que na verdade é uma “cidade-fazenda” vertical!!

"Dragonfly" - Vista do Empire State Building

"Dragonfly" - Vista do Empire State Building

O projeto é da empresa belga Vincent Callebaut Architetures, que se inspirou nas asas da libélula para o design dessa exótica torre , com a certeza de que em poucos anos, a comida valerá ouro se continuarmos consumindo dessa maneira. Um conceito à favor do reuso do desperdício biodegradável, da conservação de energia e dos recursos renováveis para o planejamento de um denso ecossistema.

Dragonfly - projeto de Vincent Callebaut Architectures

Dragonfly - projeto de Vincent Callebaut Architectures

Para a empresa, a arquitetura do “Dragonfly” (libélula em inglês) sugere uma nova concepção nas construções verticais de enormes prédios (um boom em Nova York desde o século 19) estruturalmente, funcionalmente, ecologicamente e energeticamente.

Detalhe de "Dragonfly"

Detalhe de "Dragonfly"

Continuar lendo