Dá pra trabalhar brincando?

Uma das coisas que mais me interessa em vídeos gravados em stop motion é que apesar das montagens trabalhosas, cheias de detalhes, tudo parece muito divertido. A história contada fica bem mais interessante e sempre tem um quê de brincadeira.

Tudo fica mais fácil quando se trabalha com algo que se gosta, que dê prazer, não é mesmo? Isso todo mundo sabe, e se ainda, de certo modo, dê para trabalhar brincando?

Nesse vídeo da agência alemã VCCP, dá para achar mesmo que o trabalho foi uma grande brincadeira. Os caras foram além do stop motion e de histórias de papel e criaram um vídeo cheio de movimento, usando diversos objetos para criar o ambiente lúdico que foi o cenário para o projeto Think Big da o2 Telefónica, em Berlim.

o2 Think Big from Lucas Zanotto on Vimeo.

Making of o2 Think Big from Lucas Zanotto on Vimeo.

Aliás, o projeto Think Big também é muito interessante, pois apoia financeiramente e educativamente ideias criadas por jovens europeus, de 13 a 25 anos. O programa visa criar oportunidades aos jovens e estimulá-los com suas grandes ideias, tornando-as realmente possíveis.

É um projeto social e cultural da Telefónica Europa, que também acontece em outros países como Irlanda, Eslováquia, República Checa e Reino Unido, em parceria com a Fundação Telefónica. Bem inspirador, não?

_

E você, acha que dá para trabalha brincando?

via abc design

Anúncios

Distúrbios Urbanos

Quem nunca pegou um ônibus com um ser ouvindo funk no último volume sem fones de ouvido? Será que ele acha que a galera acha aquilo um máximo e vai começar a dançar até o chão? E quem não fica … Continuar lendo

Música inspira arte! Arte inspira música!

Beck's Music Inspired Art Project

Para mim, definitivamente,  é difícil criar sem ouvir música! Melhor ainda dizer que, definitivamente, é difícil viver sem música! E ainda, definitivamente, música é arte! Não há como não se inspirar pela música. Digo isso pois acredito que foi muito esperta, a marca alemã de cervejas Beck’s ao criar o projeto Music Inspired Art, em que a idéia é recriar capas dos 100 maiores discos das últimas 4 décadas, escolhidos a partir das listas de “Album of The Decade” pela Pitchfork.

Para começar eles chamaram 10 artistas (Rexbox, Hellovon, Guy McKinley, Kate Moross, McBess, Modern Toss, Si Scott, Will Broome, Kid Acne, Laura Jackaman), que fizeram cada um, sua versão para uma capa escolhida na lista dos 100 mais, onde estão nomes como: The Smiths, David Bowie, The Clash, U2, TV On The Radio, Jay Z, Interpol, Stevie Wonder, Sonic Youth, Sigur Ros, Beatles, Kanye West, M.I.A, Vampire Weekend, Björk e Radiohead (esses dois últimos foram agraciados com dois álbuns na lista!). Uma verdadeira boa e gostosa salada de música! Além disso, dá para ver alguns sketchs das artes desses artistas, é bem legal ver o processo de criação deles.

Como é uma campanha de colaboração, a marca criou um grupo no Flickr para que artistas do mundo todo pudesse escolher entre os 90 álbuns restantes para fazer sua versão! Rapidamente a lista ficou completa, agora é só esperar os artistas subirem suas artes no site! Para acompanhar os álbuns que já estão sendo feitos, acesse este link.

Achei muito interessante conhecer uma visão diferente para o mesmo álbum. Para ilustrar o quão surpreendente e diferente os álbuns vão se tornando nessas novas versões, separei aqui 3 discos dos artistas convidados, mostrando também a versão original:

Return To Cookie Mountain - Tv On The Radio

The Queen is Dead - The Smiths

Let It Be - Beatles

Meu projeto

Olá pessoal tudo bem? Depois do post-desabafo, tô bem melhor e com idéias de levantar esse blog novamente! Mas na verdade, hoje tô aqui mesmo pra fazer um jabazinho básico! Venho falando no blog do Jogo da Cidadania e do meu projeto que estava fazendo. Correria pra caramba pra entregar tudo certo e na hora, é tanta coisa que uma hora você acaba achando que nunca vai acabar e se desespera, esquece festa no fds por um tempo e põe a cabeça pra trabalhar! Experiências mil, insubistituíveis e inexplicáveis, aliás recomendo muito participar desse projeto, te dá um olhar novo pras coisas!

Bom mas enfim, indo ao que interessa hehehe, tá aberta a votação para o público em geral e isso vale 10% da nota geral! Vai ser muito legal quem puder dar essa força, é só dar a nota de acordo com o que acha colocando de 1 a 5 estrelas. Lá no site você vai encontrar nossa apresentação do projeto, um vídeo e um aúdio de exemplo que tivemos para a criação. Foram feitas outras peças também, mas como não eram obrigatórias não foram para o site, mas mais tarde eu adiciono aqui! Ah aproveitem e vejam a apresentação da nossa agência:

Agência Seed

Desde abril de 2009, a Seed tem como iniciativa “semear” boas idéias e práticas por intermédio das ferramentas da comunicação. Como agência enxuta, trabalhamos por projetos e semeamos a multidisciplinaridade em busca de soluções ousadas e inovadoras aos nossos clientes. Dentre as áreas e serviços podemos destacar consultoria, gestão, conteúdo e comunicação.

Integrantes:
Bruna Brasetti
Laura Fostinone
Yvone Delpoio

Então é isso aí, acessem aqui e votem, please!

Logo mais virão posts mais inspiradores!!

Garrafas PETS gigantes transformadas em mochilas

Você deve lembrar bem das garrafas PETS gigantes coloridas que o artista Eduardo Srur expôs nas margens do Tietê aqui em São Paulo, era parte da mostra Quase Líquido, que deram o que falar no ano passado e eu achei o máximo! O artista foi além e depois de chocar e tentar conscientizar a galera, deu um fim muito legal para as garrafas.

Tietê - PETS

Tietê Noite - PETS

Em conjunto com o Itaú Cultural, Eduardo convidou o estilista Jum Nakao para transformá-las em mochilas, que foram confeccionadas com o apoio da ONG Design Possível. Foram 2.500 unidades distribuídas para os alunos da rede pública e ONGs parceiros do projeto. Além disso, as crianças também receberam apostilas com informações sobre o meio ambiente.

Muito envolvente e inspiradora essa ação, parabéns a todos participantes e colaboradores do projeto.  São pessoas e atitudes assim que fazem com que eu acredite que ainda há esperança de um futuro menos pior.

mochila feita com PET

Diferentes cores para a mochila Outras cores

Música de Bolso

Música de Bolso

Não, não é um novo Ipod ou uma música de consumo rápido! O Música de Bolso é um projeto audiovisual que tem como principais ingredientes a boa música, a simplificação de um vídeo musical e a descontração! Tudo acontece de forma tão natural que os artistas convidados parecem que estão fazendo uma musiquinha em casa com os amigos, então não tem nada daquela coisa de clipe da MTV!

Sem contar que a maioria dos músicos que aparecem por lá são boas revelações musicais como China, Super CordasMóveis Coloniais de Acaju, Samba de RainhaDo Amor, Andréia Dias, Tulipa RuizTiê, Los Porongas, Pélico e mais um monte de gente bacana. Particularmente para mim é uma alegria cada descoberta (ou redescoberta) semanal, já que a cada semana saí um volume novo (já está na edição 76) com 2 vídeos do artista (chamados de lado A e lado B) e até um histórico, que você pode receber via newsletter. Mas claro que já houveram também gravações com grandes músicos já conhecidos nacionalmente como Arnaldo Antunes, Zélia Duncan, Mart’nália e Pato Fu (a primeira banda a se apresentar no projeto). As locações são os cenários mais espontâneos possíveis, desde estacionamento de carros, loja de brinquedos, sex shop, elevador, banheiro e mais N lugares inusitados.

O Música de Bolso tem um site próprio onde se encontra todo o material audiovisual com todos os volumes, mas ele se expande na rede de forma interativa por meio de blog, podcast, sites de relacionamento como Orkut, Facebook, Twitter e MySpace, portais de exibição de vídeo como YouTube e blip.tv e “tudo o mais que possa ser visível e interativo”.  Muito legal para quem, como eu, acompanhou o projeto do começo e viu como ele deu certo e cresceu!

Nesse projeto estão envolvidos uma série de profissionais, desde da produtora Ioiô Filmes, o Estúdio Camisa10 e mais o pessoal Daniel Ribeiro, Marcus Preto, Rafael Gomes, Tati Fujimori e os técnicos de som Geraldo Ribeiro e Fernando Duca.

Difícil escolher qual programa para colocar aqui, então escolhi 3 hehehe! O primeiro não é nada menos que o primeiro vídeo do projeto, o lado A do primeiro volume com o Pato Fu e a música Mamã Papá, gravado numa loja de brinquedos (tudo a ver com a música!). O segundo é do último volume do projeto, também lado A, do projeto pernambucano Júlia Says com a música Barulhos gravado em meio aos pelados na concentração do evento Pedalada Pelada na Paulista (uma coisa doida mesmo!!). E o último vídeo, mas não menos importante e que acho muito engraçadinho é a gravação da música Não Tenho Par, o lado B do volume 50 com a Bruna Caram e participação de Pedro Manesco e Gustavo Simões da Trupe Chá de Boldo, e ainda, do irmãozinho (fofo) dela, numa loja de fantasias em que ela se vestiu de Chiquinha, ficou ótimo aliás!

Olha só como a descontração rola solta:

[blip.tv ?posts_id=1974233&dest=-1]

[blip.tv ?posts_id=1089068&dest=-1]

A História das Coisas

Assisti a esse filme de novo no fim de semana no Jogo da Cidadania, um programa que estou participando onde eu e mais um grupo de estudantes de comunicação vamos criar um Plano de Comunicação para a empresa escolhida Nestlé, utilizando conceitos de Sustentabilidade e Responsabilidade Social Empresarial.
Bem, quem não viu (já deve fazer uns 2 ou 3 anos que esse filminho está no ar) recomendo assistir imediatamente! Nele, Annie Leopard, a idealizadora do projeto The Story of Stuff (A História das Coisas) que viajou o mundo em busca de respostas de onde as coisas vêm e para onde elas vão, explica em 20 minutos como realmente o sistema das coisas funciona desde a extração até o tratamento de lixo, apontando os problemas sociais e ambientais devido nosso hábito consumista e mostra como podemos reverter essa situação.
É bem educativo, interessante e até chocante. Vale a pena também rever se você já viu!

Abaixo o filme está com legendas, mas se você quiser assistir dublado veja aqui.

SXSW – Música, Cinema e Interatividade

sxsw

Esses dias vi esse filminho muito bem produzido e bem fofo da freelancer em ilustração e animação, Kirsten Lepore, que aliás em seu site há coisas bem bacanas.

O curta “Sweet Dreams” (Doces Sonhos) de Kirsten recebeu o Prêmio Especial do Júri do SXSW 2009 (South by Southwest Fetsival), um evento que ocorre em março na cidade do Texas (EUA) e que abrange temas de música, cinema e interatividade. Muito conhecido por apresentar a cena independente da música, o SXSW ultimamente veem trazendo lançamentos na área de novas tecnologias e web. Em 2007, por exemplo, foi nesse festival que o Twitter foi lançado para o grande público!

Tem muita coisa interessante e nova que dá pra conhecer pelo site do festival, como bandas e vídeos como esse, além dos ganhadores do SXSW Web Awards, uma premiação aos melhores da internet em assuntos diversos. Vale a pena dar uma conferida em tanta variedade de projetos e idéias.

Info sobre o festival via Tiago Dória