Dá pra trabalhar brincando?

Uma das coisas que mais me interessa em vídeos gravados em stop motion é que apesar das montagens trabalhosas, cheias de detalhes, tudo parece muito divertido. A história contada fica bem mais interessante e sempre tem um quê de brincadeira.

Tudo fica mais fácil quando se trabalha com algo que se gosta, que dê prazer, não é mesmo? Isso todo mundo sabe, e se ainda, de certo modo, dê para trabalhar brincando?

Nesse vídeo da agência alemã VCCP, dá para achar mesmo que o trabalho foi uma grande brincadeira. Os caras foram além do stop motion e de histórias de papel e criaram um vídeo cheio de movimento, usando diversos objetos para criar o ambiente lúdico que foi o cenário para o projeto Think Big da o2 Telefónica, em Berlim.

o2 Think Big from Lucas Zanotto on Vimeo.

Making of o2 Think Big from Lucas Zanotto on Vimeo.

Aliás, o projeto Think Big também é muito interessante, pois apoia financeiramente e educativamente ideias criadas por jovens europeus, de 13 a 25 anos. O programa visa criar oportunidades aos jovens e estimulá-los com suas grandes ideias, tornando-as realmente possíveis.

É um projeto social e cultural da Telefónica Europa, que também acontece em outros países como Irlanda, Eslováquia, República Checa e Reino Unido, em parceria com a Fundação Telefónica. Bem inspirador, não?

_

E você, acha que dá para trabalha brincando?

via abc design

Pensamento Inspirador do Dia #13 + Bolsa na Langara College

“Don’t fall in love with your first idea.

Rory O’Sullivan e Simon Bruyn para Rethink Scholarship, concurso de bolsas de estudos da Langara College (Canada) para designers e diretores de arte.

A frase é tirada do vídeo de divulgação do ano passado. Este ano o vídeo do concurso também foi criado pelo designer Rory O’Sullivan, mas em parceria com Jordan Cohen e ficou tão bacana como o primeiro.

Rethink Scholarship at Langara 2010 Call for Entries from Rory O’Sullivan on Vimeo.

Rethink Scholarship at Langara 2011 Call for Entries from Rory O’Sullivan on Vimeo.

O concurso de bolsas da Langara College é sensacional, fica a dica pra quem estiver afim de fazer um curso de design ou direção de arte. Basta ter pelo menos 19 anos e muita criatividade para encher um sketchbook de até 250 páginas “as you wish“.  O ganhador terá a possibilidade de fazer o  Communications and Ideation Design Program com bolsa paga pelos 2 anos de curso equivalente a 18 mil dólares canadenses!
Se empolgou? Você pode enviar seu trabalho até 1º de julho, saiba mais infos aqui para se inscrever.

________________________________________________________________________________________________________
*O “Pensamento Inspirador do Dia” é uma seção do blog que traz um pensamento para inspirar o dia. Pode ser de um filósofo, matemático, poeta, a tia do elevador, alguém no ônibus, um amigo, enfim. Nada muito sério. Pode ser cómico, pode ser fofo ou rude. Pode ser um sermão de mãe ou um conselho de padre. Se quiser participar também, podem mandar sua sugestão aqui.

Fotos do Baú

Acho que você já deve ter visto a sensação fotográfica da última semana – BACK TO THE FUTURE – um projeto/série da fotógrafa argentina Irina Werning, que tenta remontar fotos de infância (o cenário, as roupas, as cores e até as caras e bocas), trazendo ao presente aquele momento do passado que ficou congelado na foto.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Seria bem interessante, se essas mesmas fotos fossem tiradas daqui uns 30 anos, como um retrato da passagem do tempo.

Ao ver essa série também comecei a pensar naquelas caixas velhas que minha mãe e minhas avós guardam-guardavam com milhares de fotos antigas de família, algumas amarelas, algumas mais novas, algumas até dentro de monóculos!

Como é engraçado e maravilhoso passar tardes vendo essas fotos e trocando histórias sobre a época ou a(s) pessoa(s) ali retratada(s), sempre num evento de família, em que nós ficamos totalmente saudosistas.

Aí me vêem a cabeça, como será que daqui há um tempo as mamães e vovós irão mostrar as fotos antigas para seus filhos e netos? Como será que a gente vai mostrar para as pessoas do futuro como é nossa vida agora? Caixas com pen drives, HDs, DVDs, CDs ou qualquer outro tipo de mídia? De volta ao projetores (como àqueles usados na década de 70)? Talvez um tablet (ou Ipad) seria uma boa opção!?

Projetor de slides que não funciona - Auto Gabin (1900 e bolinha)

Ipad novo - Apple (2010)

Fico cá a pensar então… E lembro-me de um vídeo de 2009 da Olympus em comemoração aos 50 anos da lendária câmera PEN.
Curiosidade:  Para esse vídeo ficar pronto foram usadas 60.000 imagens e 20 locações! E ficou lindo para caralho!!

Como fazer um bebê em 30 segundos!

[blip.tv ?posts_id=1667548&dest=-1]

Sabe quando chega aquela hora que todos pais ficam loucos com a insistente pergunta: “De onde vêm os bebês?”, então, podem ficar menos aflitos, é só mostrar esse vídeo de como fazer um bebê para as crianças interrogativas! Interessante e lúdico, esse curtinha de 30 segundos foi feito com animação stop motion por toda a gestação de 9 meses da mamãe, designer gráfica e ilustradora, Raquel Coelho (mineira que agora vive em São Francisco) que se juntou ao papai, fotógrafo e designer, Cassidy Curtis para fazer o filme e o bebê (hehe). Cassidy ainda diz como foi feita a animação How to Make a Baby, leia (em inglês) aqui.

Via Pix

Cornelius: Música Experimental

Comecei ouvindo esse cara meio por acaso por causa do Last.fm. Tava ouvindo uma dupla japonesa de meninas chamada Cibo Matto (outro dia monto um post sobre elas) e daí delas cheguei ao Cornelius. A música  dele é bem diferente da delas, mas como ele é japônes também, então estava entre as recomendações.

Cornelius

Keigo Oyamada aka Cornelius

Aliás a música dele é beeem diferente de muita coisa que já vi, cada uma é uma viagem inexplicável, algumas mais relaxantes e outras mais intensas, não tem muito como explicar o gênero que ele toca, só que é meio experimental e em algumas músicas, eletrônico.
Eu curto muito música experimental, porque você vai conhecendo as músicas aos poucos, não é uma coisa prevista e é muito diferente do normal.

Álbum Sensuous

Álbum Sensuous

O nome dele mesmo é Keigo Oyamada, que além de músico é produtor musical. Nascido em Tokio, começou na música em um duo japonês (o Flipper’s Guittar) e em 1991 saiu para carreira solo se tornando Cornelius. Eu acho que o melhor álbum dele é o Sensuous de 2006, o último que ele produziu. Não ouvi muitas músicas dos anteriores, mas esse álbum é o que eu tenho mais ouvido e gostado.

Os vídeos também são fodas, cada um mais louco que o outro, a maioria dos clipes do Sensuous foi dirigido por Koichiro Tsujikawa. Abaixo estão alguns que eu gosto, mas tem outros muito bons também, vale a pena assistir a todos! Aliás foi meio um sacrifício escolher quais colocar aqui hehehe…

SXSW – Música, Cinema e Interatividade

sxsw

Esses dias vi esse filminho muito bem produzido e bem fofo da freelancer em ilustração e animação, Kirsten Lepore, que aliás em seu site há coisas bem bacanas.

O curta “Sweet Dreams” (Doces Sonhos) de Kirsten recebeu o Prêmio Especial do Júri do SXSW 2009 (South by Southwest Fetsival), um evento que ocorre em março na cidade do Texas (EUA) e que abrange temas de música, cinema e interatividade. Muito conhecido por apresentar a cena independente da música, o SXSW ultimamente veem trazendo lançamentos na área de novas tecnologias e web. Em 2007, por exemplo, foi nesse festival que o Twitter foi lançado para o grande público!

Tem muita coisa interessante e nova que dá pra conhecer pelo site do festival, como bandas e vídeos como esse, além dos ganhadores do SXSW Web Awards, uma premiação aos melhores da internet em assuntos diversos. Vale a pena dar uma conferida em tanta variedade de projetos e idéias.

Info sobre o festival via Tiago Dória